Cozinhando a dois: Maçã de Peito Cozida na Cerveja Preta

maçã de peito cozida na cerveja preta

A receitinha do Cozinhando a Dois de hoje é aquele desafio que o pessoal do pessoal do Mr. Boi faz comigo. Este mês eles me deram uma peça de maçã de peito para que eu a transformasse em um jantar romântico. Quando olhei para aquele pedaço lindo de carne, custei a me decidir sobre qual receita preparar. Foi então que decidi dar três receitinhas tendo como base a maçã de peito cozida na cerveja preta: dois pratos principais e uma entradinha.

Linda peça de maçã de peito cedida pela Boutique de Carnes Mr. Boi para esse desafio culinário!

Hoje eu vou trazer para vocês o passo a passo do preparo da maçã de peito cozida na cerveja preta. Nos próximos posts vou trazer as receitinhas que vocês poderão preparar já tendo essa carne cozida na geladeira. Então vocês me dizem: ahhh Nicole! Mas você vai ensinar a fazer pratos românticos com a carne “requentada”? Pois então: a rigor sim, é exatamente isso. No entanto, há que se considerar que carnes cozidas costumam ficar ainda mais gostosas e suculentas nos dias seguintes ao do seu preparo.

Maçã de peito cozida na cerveja preta

Maçã de peito cozida na cerveja preta esperando ser usada em um dos pratos dessa saga culinária

E tem outra coisa também, pessoal: como a maçã de peito é uma carne bastante gordurosa, é interessante que ela de fato fique na geladeira para a gordura “subir” para a superfície do caldo. Assim conseguimos retirá-la antes de preparar qualquer outra coisa com a carne. Dito isso, vamos entender exatamente o que é uma maçã de peito?

Entendendo a maçã de peito

Antes de dar a receitinha, gosto de colocar aqui algumas informações sobre o ingrediente em questão, para que a gente o trate com carinho. Aqui em Minas temos o costume de falar em “Maçã de Peito”, no entanto, em outros Estados vocês vão chegar no açougue procurando por peito bovino,  ponta de peito, granito ou ainda, o nome americano, Brisket.

Esta é uma carne considerada de segunda por ser um pouco mais rígida e ter bastante cartilagem. Porém, justamente por isso ela é extremamente saborosa. Normalmente usamos a maçã de peito em preparos nos quais ela é ensopada, cozida ou assada. Muita gente não sabe, entretanto, que ela pode também ficar fenomenal na churrasqueira. Se vocês quiserem, uma hora posto aqui no blog uma receitinha com maçã de peito na churrasqueira para vocês experimentarem.

O corte

O corte está localizado na parte do dianteiro do boi e tem como característica uma capa enorme de gordura, presença de cartilagem, músculos e fibras grossas compridas. Em geral as pessoas torcem o nariz quando veem tanta gordura em uma carne. No entanto, é importante considerar a importância dessa gordura para o sabor.

maçã de peito cozida na cerveja preta

Como essa é uma carne que tem indicação para cozimento lento, essa gordura vai entremeando pela carne deixando-a mais macia e também mais saborosa. O mesmo ocorre com as cartilagens: quando cozida lentamente, essas cartilagens dissolvem no meio da carne e dão a ela mais sabor.

Maçã de peito cozida na cerveja preta

Agora que já conhecemos um pouquinho sobre o corte, vamos passar para a parte boa deste post: a receita da maçã de peito cozida na cerveja preta. Esse preparo, gente, não tem segredo nenhum! A receita original que tenho desta carne é feita com vinho. Porém, resolvi mudar o preparo e usar a cerveja preta para dar um tom diferente à receita.

A escolha da cerveja

Uma coisa importante de ser levada em conta aqui é o tipo de cerveja. Normalmente a gente chega no supermercado e diferencia as cervejas como claras e escuras. Porém, existem vários tipos diferentes de cervejas escuras. A Malzbier, por exemplo é bem adocicada. Como sempre digo aqui em relação a vinhos, eu também não sou nenhuma especialista em cervejas. Porém gosto bastante das escuras e aprendi as diferenças entre elas. Dentre todas, a minha escura preferida é a Stout, portanto foi a que eu usei nesta receita.

A cerveja Stout é bem lupulada, então ela traz um amarguinho que no meu paladar é delicioso. Vocês podem, então, caso queiram investir um pouco mais na receita, usar uma boa e velha Guinness Draught para cozinhar a carne. No entanto, aqui em terras brazucas e Guinness é bem carinha. A última vez que vi um latão a venda ele estava na faixa do R$25,00.

Uma solução deliciosa, de excelente qualidade e bem mais barata do que a Guinness é a cerveja Caracu. Duas latinhas dela de 350ml saem por menos da metade da Guinness. Então, procurem dela no mercado. Aqui em BH não é difícil de achar e a gente a reconhece de longe por causa do boi desenhado no rótulo. Mas caso não encontrem a Caracu, tentem achar uma Staut de boa qualidade que vai dar tudo certo.

Ingredientes

  • 1 peça de maçã de peito de aproximadamente 1kg
  • 2 latinhas de cerveja escura (Staut) de 350ml
  • 1 cebola roxa grande fatiada em meia lua
  • 2 tomates sem pele cortados grosseiramente
  • 6 dentes de alho

maçã de peito cozida na cerveja preta

  • 2 folhas de louro
  • Tomilho a gosto
  • Alecrim a gosto
  • Pimenta calabresa a gosto
  • Pimenta do moída na hora a gosto
  • Sal a gosto

Preparo

  • Retirem o excesso de gordura da carne caso achem necessário. Essa aqui foi a minha peça. Eu tirei um pouquinho dela para o caldo ficar menos gordinho. Mas não pode tirar demais, viu! Senão a carne não vai ficar gostosa.
  • Temperem a carne com sal e pimenta.
  • Na panela de pressão, coloquem um pouco de óleo de sua preferência. Eu geralmente uso azeite.
  • Selem a carne de todos os lados. Aproximadamente 5 minutos de cada lado para uma peça deste tamanho.
  • Retirem a carne da panela. Agora refoguem a cebola com o alho, os tomates e os demais temperos.
  • Quando a cebola tiver murchado, joguem a primeira latinha de cerveja e deixar o fundinho do refogado se soltar.

  • Quando a primeira latinha de cerveja tiver evaporado o álcool, voltem com a carne para a panela.
  • Joguem a segunda latinha de cerveja até cobrir a carne. Mexam para distribuir bem os temperos na carne.
  • Coloquem a tampa da panela e esperem dar pressão. Quando a panela começar a apitar, abaixem o fogo e deixem cozinhar por 1h
  • Depois de cozida, abram a panela e confiram se a carne está macia, quase desfiando.
  • Passem ela para um recipiente que possa ir à geladeira.
  • Guardem a carne dentro do seu caldo na geladeira até o dia seguinte.
  • No dia seguinte, com a ajuda de uma espumadeira, retirem o excesso de gordura que vai boiar no caldo. É importante fazer isso com a carne gelada porque fica mais fácil pegar a gordura quando ela está solidificada.
  • Feito isso, aguardem o próximo post com a dica de receitinha para vocês fazerem com essa maçã de peito cozida na cerveja preta!

Até a próxima!

About Nicole Delucca Linhares

Uma jornalista obcecada pelo lado bom da vida que está sempre em busca de experiências românticas para dividir com o mundo. Apaixonada por comidinhas, pores-do-sol, plantas, livros, cinema, viagens e teatro. É também professora de italiano, cozinheira para todas as horas, filosofa de boteco e, por fim, uma mistura doida de Minas, Itália e Piauí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *